O Antigo Regime português – A sociedade de ordens

UMA SOCIEDADE ESTRATIFICADA E HIERARQUIZADA

A sociedade do antigo regime

A sociedade europeia dos séculos XVII e XVIII era uma sociedade de ordens fortemente estratificada e hierarquizada, com base no nascimento e na função social de cada individuo desempenhava. As principais ordens ou estratos eram o clero, a nobreza e o povo, esta sociedade regia-se pela desigualdade dos estatutos sociais e jurídicos conferidos a cada ordem.

 

OS PRIVILEGIADOS

O Clero e a Nobreza, apesar de representarem apenas cerca de 2% da população, impunham-se pelos privilégios e riquezas que possuíam.

Em Portugal, O Clero possuía grande parte das terras. Dividia-se em alto clero e baixo clero, conforme as funções exercidas e o nível de vida. Muitos elementos dos clero eram filhos deserdados da nobreza que, não dispondo de bens próprios, seguiam a vida religiosa. Apesar da perda de privilégios, devido à centralização do poder, O Clero continuava a não pagar impostos e a ser julgado em tribunal próprio.

Quanto à Nobreza, o seu prestígio aumentava cada vez mais. Gozava de privilégios como isenção de impostos e leis próprias. Os Nobres eram também proprietários de terras e alguns recebiam lucros da sua participação no comércio. Existiam também na Nobreza diferentes categorias. A Nobreza de Toga era aquela que tinha ascendido do terceiro.

OS NÃO PRIVILEGIADOS

No Terceiro Estado, também existiam vários estratos. O mais importante era o da alta burguesia, constituído por homens de negócios, banqueiros e letrados que exerciam altos cargos na administração e possuíam grande poder económico. Muitos deles eram cristãos-novos, o que fez com que fossem alvo de perseguições por parte da Inquisição. Distinguiam-se ainda a média e pequena burguesias, constituídas por pequenos proprietários, comerciantes e artífices. Nos estratos inferiores da sociedade situavam-se os camponeses, artesãos, pedintes e escravos, vivendo muitos deles em condições miseráveis.

ESTRATOS, FUNÇÕES E PRIVILÉGIOS DO CLERO E DA NOBREZA

CLERO
NOBREZA
Estratos
Funções
Estratos
Funções
Alto Clero
(arcebispos, bispos e abades)
Religiosas e políticas
Nobreza de espada
Cargos na corte, no exército e na administração ultramarina
Baixo Clero
(monges, frades e párocos)
Religiosas e ensino
Nobreza da província
Administração dos domínios senhoriais
Nobreza de toga
Altos funcionários e magistrados
PRIVILÉGIOS
Isenção de impostos e de serviço militar.
Tribunal próprio
Isenção de Impostos.
Posse de propriedades e jurisdição sobre os moradores.
Altos cargos administrativos.
Esta entrada foi publicada em Antigo Regime. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s