AS INVASÕES FRANCESAS

Napoleão BonaparteA REVOLUÇÃO FRANCESA

Com o iluminismo, nascido em França no século XVIII, ganham cada vez mais adeptos as ideias de que os homens são iguais perante a lei; todos têm os mesmos direitos e deveres.
Ora , estas ideias opõem-se aos valores da monarquia absoluta- origem divina do poder real e grandes diferenças entre os direitos e deveres dos diferentes grupos sociais. Não admira, por isso, que tais ideias estejam na base da Revolução Francesa, ocorrida em 1789, bem como na de várias revoluções liberais que se vão registar por toda a Europa.
Sentindo-se em perigo, alguns reis absolutistas unem-se e declaram guerra à França. Essa guerra durou vários anos, até que o governo francês passou a ser chefiado por Napoleão Bonaparte.
Militar brilhante, Napoleão, em poucos anos, dominou quase toda a Europa.
Porém a Inglaterra demonstrou ser um inimigo muito difícil de vencer e, em 1806, Napoleão decretou o Bloqueio Continental

Bloqueio Continental

AS INVASÕES FRANCESAS

Portugal, que mantinha relações comerciais com a Inglaterra e era, além disso, um seu velho aliado, não aderiu ao Bloqueio.
Em resposta a esta atitude portuguesa, Napoleão ordenou a invasão do país através de Espanha, com a qual se tinha aliado.
Assim, num curto período de tempo, o nosso país vai ser invadido, por três vezes, pelos exércitos franceses. Invasões Francesas
Aquando da primeira invasão, ocorrida em 1807 sob o comando do general Junot, a família real portuguesa retira-se para o Brasil ( a fim de salvaguardar a independência do país), ficando um Conselho de Regência a governar Portugal.
Com o apoio das tropas Inglesas ( a quem pedimos auxilio) e sob o comando de Arthur Weellesley, o exército luso-inglês vence o exercito francês nas Batalhas de Roliça e do Vimeiro (1808). Os franceses têm então de assinar um tratado, aceitando a rendição – Convenção de Sintra – e são obrigados a retirar-se do país.
Não se conformando com a derrota, Napoleão ordena a segunda invasão.
Assim, em 1809, os exércitos franceses, desta vez comandados pelo marechal Soult, entram pelo Norte (chaves) e dirigem-se ao Porto. Contudo, são novamente derrotados pelo exército luso-inglês, não chegando a Linhas de Torres Vedraspassar o Douro.
O exército português é reorganizado pelos ingleses e são construídas várias fortificações para defender Lisboa – São as designadas linhas de Torres Vedras.
Ainda assim, Napoleão não desiste e ordena uma terceira invasão, comandada pelo general Messena.
Entrando, em 1810, pela Beira Alta, os franceses dirigem-se a Viseu, onde se instalam. As tropas luso-inglesas vão ao seu encontro, derrotando-os na batalha do Buçaco (1810). Apesar disso, os franceses caminharam para sul, na tentativa de conquistar Lisboa, mas não conseguiram passar as linhas de Torres Vedaras, retirando do nosso país, perseguidos pelo exército luso-inglês, em 1811.
O rei, que se encontrava no Brasil, pressionado pelos burgueses brasileiros, autoriza que o comércio se faça directamente com outros países a partir dos portos brasileiros. Esta medida desagradou muito aos comerciantes portugueses, pois vão perder lucros e porque D. João VI não mostra desejo de regressar a Portugal.

Conceitos

Iluminismo – Movimento Cultural na Europa do século XVIII que defendia os valores de tolerância, liberdade e separação de poderes políticos.

Bloqueio Continental:- política desenvolvida por Napoleão, na qual todos os países da Europa deveriam fechar os seus portos à Inglaterra e expulsar os comerciantes ingleses.

Este artigo foi retirado na totalidade deste site:

http://historiaviva-vanda51.blogspot.com/2010/01/as-invasoes-francesas.html

Esta entrada foi publicada em Liberalismo. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s