O Mercantilismo em Portugal

3.º Conde da Ericeira

As primeiras mercantilistas só se concretizaram no último quartel dos século XVII com a politica económica lançada pelo Conde da Ericeira, D.Luís de Meneses.Foi neste contexto de crise que se ensairam, em Portugal, as primeiras medidas mercantilistas. Desenvolveram-se restrição às importações, nomeadamente com a promulgação de novas leis pragmáticas;- política de desvalorização monetária;- incentivo e protecção às industrias;- apoio ao comércio, à construção naval e à criação de novas companhias monopolistas.

A partir do século XVII os vinhos portugueses vinham a ser exportados em larga escala para os mercados ingleses. Nos finais do século XVII a Inglaterra importava mais de metade da produção vinícola portuguesa.A descoberta de minas de ouro no interior brasileiro, o abrandamento da crise comercial internacional fizeram com que a politica económica portuguesa, a fraca qualidade dos produtos portugueses, continuasse a registar um desiquilibrio na balança comercial e um fraco desenvolvimento da produção industrial. A celebração, em 1703, do Tratado de Methuen abriu o mercado interno português às manufacturas inglesas, viria a acentuar o desiquilibrio da balança comercial e o atraso no desenvolvimento manufactureiro.


Esta entrada foi publicada em Antigo Regime. ligação permanente.

2 respostas a O Mercantilismo em Portugal

  1. luiz henrique diz:

    valew

  2. сакура diz:

    obrigada

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s